sexta-feira, 29 de maio de 2009

Cortina de Tsurus 2

Continuação da Cortina de Tsurus

Depois de terminar de colocar todos os tsurus nos fios pendurei cada um separado do outro, presos com pregadores para passar o verniz protetor de papel em spray.


Aqui estão os 25 fios pendurados na minha área.


Aqui os tsurus colocados no varão de cortina, mas apoiados numa namoradeira pra ver o final do trabalho.


Aqui eu e minha mãe segurando a cortina que vai hoje pra sua dona.

Aqui uma imagem mais próxima pra ver melhor.
Agora, seguindo o exemplo de alguns blogs que a gente visita vou colocar a minha pesquisa sobre os 1.000 tsurus. São textos recolhidos na Internet.

O significado dos 1.000 tsurus

Desde os mais remotos tempos, o tsuru ocupa um lugar privilegiado no mundo do origami.

O tsuru é considerado como a dobradura de papel mais perfeita que existe, pois suas dobraduras iniciais [a base] permitem que qualquer outra forma seja feita.

Este origami representa o grou - a garça - que é considerado no japão e na china um dos principais símbolos da imortalidade, longevidade… e renascimento cíclico, juntamente com a ameixeira e a cerejeira.

Então o tsuru é o símbolo da longevidade, da saúde, da fortuna e da boa sorte.

A sua forma básica serve de base para outras figuras de papel, desde animais até plantas.

Antigamente costumava-se pendurar estas aves de papel, no teto, para distrair as crianças, especialmente os bebês. Eram oferecidas também nos templos e altares, juntamente com as orações, para pedir proteção. Acredita-se que originalmente elas tinham apenas a função decorativa, e só mais tarde foram associadas às orações.

Atualmente, nas festas de Ano Novo, casamento, nascimento e em comemorações festivas em geral, a figura do Grou está presente nos enfeites ou nas embalagens de presentes, simbolizando saúde e fortuna.

Quando uma pessoa se encontra hospitalizada, oferece-se mil dobraduras de Grou para que ela se restabeleça o quanto antes.

Até hoje, fazer mil grous em origami significa sempre um desejo a ser realizado: a recuperação de um ser doente, a felicidade no casamento, a entrada para a Universidade, a obtenção de um bom emprego.

Ao dobrar cada figura, a pessoa deposita nela toda a fé e esperança na recuperação do doente.
Reza uma lenda japonesa que se você fizer mil tsurus… e a cada tsuru dobrado você se concentrar, plasmando um desejo a ser realizado… no milésimo origami, tudo aquilo que você desejou, será atendido.

O tsuru feito de papel se tornou símbolo de paz recentemente, como resultado da história de uma jovem japonesa chamada Sadako Sasaki.

Ela morava em Hiroshima e tinha 2 anos quando explodiram a bomba atômica. Aos onze, foi diagnosticada com leucemia, causada pela radiação. Quando soube da lenda de que quem dobrasse 1000 tsurus teria seus desejos realizados, ela começou a dobrar com qualquer papel a que tivesse acesso no hospital. O desejo dela era que o sofrimento de todos acabasse. Ela faleceu com doze anos.

Alguns dizem que ela conseguiu dobrar mais de mil, outros dizem que ela dobrou pouco mais de 600, e que seus colegas de escola dobraram o que restava e os levaram ao seu funeral.

Nos monumentos a Paz em Hiroshima, onde caiu a bomba atômica há vários conjuntos de mil Grous, vindos de todas as partes do Japão.

São feitos por alunos de escolas, associações, enfim por um grupo de pessoas que se uniram para pedir uma coisa: Paz.

Para a confecção destas mil aves é preciso união, esforço e fé de muitas pessoas formando-se assim uma corrente de pensamento positivo.

11 comentários:

Isa Klein disse...

P E R F E I T A!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

A sortuda dona dessa maravilhosa cortina vai amar!!!

Montes de bjinhos, querida!!

Tércio disse...

Josefa que lindo!
Ficou maravilhosa sua cortina.
Parabéns
Abraços

Yumi disse...

Uau!
Que maravilha!!!
Parabéns!!!

Cristiane Oliveira disse...

Lindo Josefa, que paciência a sua heim?
Me diga que verniz é este, protetor de papel?

Bjim

Karen Lommez disse...

escândalo total!!! Lindérrimo! bjk

gil mendes disse...

Lindo demais Josefa.
Parabens pela paciencia e colorido
da peça.
Abraços e um otimo fds.

JosefaMarques disse...

Oi gente
Obrigada pelos comentários.
O verniz chama verniz fixador e encontra em papelarias. É próprio pra papel e seca rapidinho. Protege o papel, mas não dá a cor do verniz comum. Quem não souber acha que é só o papel comum. Tem da Acrilex e da Carfix. Tem com a "cor" fosco, semibrilho e brilhante.
Abraços

JosefaMarques disse...

Desculpem, o nome da fábrica é CORFIX.

Marcia disse...

Linda estória, obrigada por compartilhá-la com todos nós. Mas deve dar uma certa dó, ver uma coisa tão linda, sua cortina, partir... Abraços!

Ivani disse...

Emocionei-me ao ver tanta dedicação, capricho, amor.
PA-RA-BÉNS!
Beijos.

Olhe e Game Arte em Origami disse...

Ki lindo Josefa!!! Ameiii!!


Me diz uma coisa, vc cobra quanto por essa cortina?

Mil bjoss!!