domingo, 28 de abril de 2013

DISCURSO DE FORMATURA

Fui oradora da turma na Colação de Grau do curso de Licenciatura em Educação Artísticas, habilitação em Artes Plásticas, da Faculdade de Artes Dulcina de Moraes.
Este foi o meu discurso:



JOSEFA MARIA COELHO MARQUES, ORADORA DE ARTES VISUAIS

Prezado Senhor Diretor Márcio Cardoso e demais integrantes da Mesa
Prezados formandos e formandas
Prezados pais, irmãos, cônjuges, filhos e demais convidados

Neste dia tão importante e especial espero que minhas palavras possam exprimir o sentimento de todos os formandos em artes visuais.
Vamos relembrar como foi o nosso curso pensando na jornada que começa agora.
Iniciamos o curso com a matéria Oficina Básica de Artes Visuais – OBAV, com a professora Érika, onde fomos apresentados a várias das linguagens que precisaríamos conhecer.
Também tivemos Cultura Brasileira, com o professor Fabiano, quando pudemos refletir sobre a formação cultural do Brasil, as matrizes étnicas e o folclore.
Vimos ainda desenho de observação, história no renascimento e arte contemporânea naquele primeiro semestre.
Em leitura e produção de textos tivemos contato com a forma de escrever os diversos tipos de texto exigidos no curso superior.
No segundo semestre tivemos nossa primeira matéria pedagógica que foi Estrutura e Fundamentos do Ensino Básico, com a professora Luzia Costa de Souza.
E assim seguiu nosso curso, com matérias mais amplas como psicologia geral, matérias da parte pedagógica, como didática, metodologia do ensino fundamental e médio, para portadores de necessidade especiais, libras, estágio i, ii, iii e iv, e matérias afinadas com as artes, como desenho artístico, fundamentos da linguagem visual, estética, história da arte, na modernidade e na antiguidade, cerâmica, escultura, gravura, arte e movimento, arte brasileira, leitura e análise de obras, pintura, fotografia, sociologia da arte, música e cinema.
E não esquecendo a batalha final: a escrita e a defesa da monografia.
Vencemos muitas barreiras, atravessamos noites mal-dormidas, vivenciamos experiências diversas, algumas revestidas de alegrias, outras de tristezas. Tivemos momentos até cômicos e outros trágicos. Fizemos uma caminhada cheia de histórias para contar, professores que nos contagiaram com sua sabedoria e uma enorme bagagem de conhecimento, generosidade e experiência de vida.
Não poderíamos deixar de citar o nome do professor homenageado Fernando Reynoso, que ministrou matérias vinculadas à parte artística do curso, como FLV, desenho de observação e estética, mas também lecionou matérias vinculadas à parte pedagógica, como metodologia do ensino fundamental e estágio III, sempre nos apresentando exemplos trazidos de sua vasta experiência como professor, ficando como paradigma a ser seguido por seus alunos na atividade de professor que agora se inicia para os formandos. Estendemos nossas homenagens aos demais professores do curso de licenciatura em artes visuais, agradecendo por seu empenho, ensinamentos e exemplo.
No início do curso, havia dificuldade para falar durante as apresentações dos seminários. Mas vencemos, derrubamos barreiras, acumulamos experiências, enfrentamos os desafios com determinação e conquistamos nossos objetivos.
Ficaríamos horas e horas para relembrar os fatos que vivenciamos nesses três anos e meio, mas não será possível.
Durante esse período nos tornamos uma família que, mesmo com divergências de opiniões ou de interesses, conseguiu garimpar o mais valioso de todos os tesouros: o conhecimento.
Agora na cerimônia de formatura temos uma oportunidade para reflexão. Obtivemos nosso passaporte para ingressar na profissão, resultante da preparação acadêmica adquirida na Faculdade Dulcina de Moraes. É uma ocasião de festa. Trata-se do ingresso no quadro dos professores brasileiros, profissionais que aceitaram o desafio de contribuir em favor da aprendizagem no país, no nosso caso como ARTE-EDUCADORES.
Compreendemos que um dos principais objetivos da arte/educação é sensibilizar e despertar o olhar dos nossos alunos. À medida que os mesmos percebem o universo artístico que os rodeia passam a vê-lo sob uma nova perspectiva.
Através das manifestações artísticas o aluno deverá compreender, sentir, perceber e articular os significados e valores, que orientam os diferentes tipos de relações entre os indivíduos na sociedade, além de compreender, relacionar e respeitar a diversidade cultural de outros povos.
Quero encerrar, mas não antes de solicitar alguns instantes de observação de vocês, caros formandos, caras formandas, para as pessoas que acreditaram e ainda acreditam no seu potencial.
Sabiam que vocês chegariam até este dia.
A estas pessoas que são os meus, os seus e nossos convidados, expresso nossa gratidão por terem dado seu apoio e acompanhado a jornada de cada formando desta turma.
Obrigada.

Nenhum comentário: